quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

♥ :: Rules for Cross Stitch :: ♥

Olá a todos(as)!
 
Espero que tenham tido um bom início de 2014, repleto de saúde e rodeados da família e amigos. =)
O ano de 2014 trouxe-me um desejo que, não sendo novo, vai sendo mais recorrente à medida que o tempo passa: partilhar convosco aquilo que é a minha experiência com o ponto cruz.


Como muitos(as) de vós sabeis, eu aprendi a bordar sozinha, a partir de um kit de ponto cruz da DMC, há mais ou menos dezoito anos atrás. Depois, com a Internet, muita pesquisa e persistência, fui aprimorando o meu bordado. Atualmente, consigo bordar o ponto cruz com um avesso perfeitinho mas há muita coisa que ainda não consigo fazer da forma que queria. Vou experimentando, vou tentando e, aos poucos, vou conseguindo.
 
Por esse motivo, e não tendo eu grande jeito para fazer vídeos, vou tentar ir deixando, de vez em quando, uns posts sobre a técnica do ponto cruz, que possam ajudar quem se aventura por esta arte. Tentarei rechear esses posts de fotografias que reflitam a minha experiência. =)

Hoje, quero falar-vos de algo que fui descobrindo à medida que fui aperfeiçoando o meu bordado e fui lendo mais sobre o assunto: as regras do Ponto Cruz.
 
Como acontece em todo o tipo de arte, também o Ponto Cruz possui algumas regras básicas para que a peça final tenha um aspeto perfeito.

Como sei que muitos(as) de vós desconhecem essas regras, resolvi postá-las no blog para poder ajudar quem se aventura pela primeira vez nesta arte do bordado.

Photo from pinterest


REGRAS DO PONTO CRUZ

1. Todos os pontos têm que ser bordados na mesma direção. O ponto que fica em baixo deve ser bordado para a direita (/) e o ponto que fica em cima deve ser bordado para a esquerda (\). Tal tem implicações no aspeto final da peça bordada. Uma boa maneira de exemplificar as implicações que esta regrinha tem é pensar que o Ponto Cruz se comporta como um tecido de veludo. Este tecido tem "sentido", se costurar uma parte de uma peça num sentido e outra noutro sentido, facilmente se observa esta diferença e não fica bonito. No caso do bordado, este ficará com "manchas" em zonas bordadas com a mesma cor.

2. A tensão dos pontos tem de ser uniforme, nem demasiado apertados, nem demasiado frouxos. Deve ter-se especial cuidado na escolha da agulha com que se borda uma vez que, se esta for larga, em relação ao tecido, pode ter-se ideia de que o ponto está apertado mas foi a agulha que alargou o buraquinho no tecido.

3. Os pontos devem estar bem alinhados, penteados e não torcidos ou enrolados. Os fios devem estar paralelos uns aos outros, dando aspecto uniforme ao trabalho. É importante que o número de fios utilizados seja proporcional à tela usada.

4. As linhas devem estar bem arrematadas e sem criar sombras ou evidenciar que os fios foram puxados de um lado para outro (caminhos de linha).

5. O trabalho deverá estar bem centralizado em relação à peça bordada.

6. Os outros pontos utilizados (nó francês, ponto linear...) devem estar bem feitos e em harmonia no trabalho, funcionando como um todo.

7. O trabalho deve estar limpo, bem lavado e bem engomado.

8. A apresentação do trabalho deve valorizar o bordado, ou seja, dever-se-á ter em consideração a finalização do trabalho, escolhendo cuidadosamente uma moldura, no caso de um quadro, o tecido, no caso de uma almofada, o crochet, no caso de toalhas e naperons, …
 
9. Quando a peça tiver avesso visível, este deve estar limpo e perfeito, com todos os pontinhos na vertical. É o chamado "avesso perfeito"! =)

10. Uma aparência final bonita, fina e que se pareça com uma pintura, como se estivesse estampada no tecido e não "sobre" o tecido, como uma aplicação.

E por aí, alguém segue estas regras?
Concordam com elas ou acham um exagero da parte de quem borda?
Deixem-me a vossa opinião! =)


 O Ateliê de Ponto Cruz by Madalena Santos também está no

5 comentários:

  1. eu faço pontos ao contrário!
    O ponto que fica em baixo é assim (\)
    De resto são boas regras para ponto de cruz.
    O avesso é que não está perfeito. mas nivel de dificuldade de alguns dos meus trabalhos tbm não permite fazer avesso perfeito.. mas tbm não é dos piores

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Kat!
      O importante é os pontos ficarem todos com a mesma direção, agora se o debaixo é para a direita ou para a esquerda, ou vice-versa, acho que não importa muito =)
      Realmente há trabalhos que não permitem um avesso muito perfeito, é o caso de quadros mais complexos. Mas, nestes casos, o avesso não está visível =) O que é bom!
      O importante é que o ponto cruz nos dê prazer! =)
      Bom ano e obrigada pelo comentário! =)

      Eliminar
    2. sim eu sei =)
      achei curioso que quase em todas regras aconselham o ponto na direcção diferente daquela que eu costumo fazer =) faço sempre tudo ao contrário =)
      também podes passar com mais frequência pelo meu blog =) quase não tenho nenhum feedback de bordadeiras portuguesas =/ cheguei a pensar em desistir escrever em português..
      bjn

      Eliminar
  2. Amei esse post, eu já sigo algumas regras sem saber... Quanto ao avesso perfeito, sinceramente não sei fazer, mas meu trabalho tem o avesso bem limpo, sempre arremato os pontos procurando prender os fios na mesma cor. Até mesmo quando faço um bordado que vai ficar com o avesso escondido.
    Seus bordados são lindos!
    Feliz 2014! Bjs

    pontocruzdachris.wordpress.com

    ResponderEliminar
  3. Amei suas dicas!!!
    Bordava no sentido contrário rsrs
    Mas agora que li sua dica bordei no sentido certo e vi uma diferença boa
    Ficou mais preenchido e com relevo mais liso!!!
    Obrigado ��

    ResponderEliminar